Editorial: Jardim Botânico agora é uma cidade!

Nova Acrópole do Lago Sul e MCJB firmam parceria!
janeiro 24, 2020
Dois novos condomínios aderem à Coleta Seletiva Inclusiva
janeiro 31, 2020

Editorial: Jardim Botânico agora é uma cidade!

Por  Ana Beatriz Comarú – Jornalista do Movimento Comunitário do Jardim Botânico – 27/01/2020

Agora é lei! O Jardim Botânico é uma cidade e a 5ª maior região administrativa do Distrito Federal. Com a sanção da Lei Complementar nº 958/2019 em 23 de dezembro, e a definição oficial dos limites geográficos de diversas regiões administrativas do DF, o Jardim Botânico começa em 2020 uma nova história. 

A mudança é uma grande conquista para toda a comunidade da agora cidade do Jardim Botânico, em especial para nós do Movimento Comunitário do Jardim Botânico, que desde nossa criação em 2015, elegemos a definição da poligonal como uma das principais metas comunitárias do JB. Denunciamos em diversas oportunidades os dados demográficos equivocados levantados pelo Codeplan e IBGE, considerando a região como possuidora de pouco mais de 20 mil habitantes (relembre aqui). 

As correções e atualizações dos dados demográficos reais do Jardim Botânico serão realizadas, o que possibilita maiores investimentos na região e a destinação de equipamentos e serviços públicos, para aproximadamente 100 mil habitantes. 

Ao abraçarmos as comunidades do Jardins Mangueiral, Altiplano,Tororó, Parque Ecológico do Jardim Botânico, São Bartolomeu, Itaipu, Barreiro, crescemos junto com o bairro e nos consolidamos como a maior OSCIP (Organização da Sociedade Civil de Interesse Público) comunitária do país. Representamos hoje, 94% das edificações do Jardim Botânico e mais de 60 mil pessoas. Além disso, atualmente 457 pessoas em situação de carência ou vulnerabilidade são beneficiadas por nossos projetos sociais e temos em andamento 76 projetos comunitários no JB, mobilizados por um grupo cada vez mais crescente de voluntários. 

Trabalhamos na articulação política, tanto no governo anterior durante a construção da lei que foi aprovada, quanto nesse governo com o apoio integral do atual administrador regional, João Carlos Lóssio, para que a lei fosse a votação ainda em 2019 na Câmara Legislativa. Como já destacamos anteriormente (relembre aqui), sem a interlocução do nosso atual administrador, muito provavelmente a Poligonal não teria ido à votação. Nos reunimos com deputados, secretários, técnicos e todos que poderiam nos ajudar. Com o apoio do presidente da CLDF, Rafael Prudente, a lei foi colocada em votação e aprovada sem votos contrários.

Destacamos também que a aprovação da Poligonal é o cumprimento de uma promessa do governador Ibaneis, feita na sede do MCJB quando ainda candidato (relembre aqui). Esperamos que muito em breve as demais promessas sejam também cumpridas. 

O maior objetivo de 2020 agora é a união e organização comunitária, para juntos buscarmos soluções das principais questões imprescindíveis para o desenvolvimento da região, realizando sonhos do coletivo de uma cidade promissora, unida e consciente. Viva a união comunitária e que 2020 nos permita seguir com as transformações esperadas por todos nós. 

Confira o novo mapa da região administrativa.

7 Comentários

  1. Sergio Cima disse:

    Quer dizer que não moramos mais em Brasília?
    Como fica o meu endereço, coloco como cidade Jardim Botânico ou continuo colocando como bairro?
    Obrigado.

  2. CARLOS OLIVEIRA disse:

    O Distrito Federal SÓ tem apenas UM município que é Brasília. Logo todos os Bairros (aqui chamados de “cidade satélite”) não têm denominação como município, ou seja, deve-se usar BRASÍLIA como CIDADE e cada “cidade satélite” como BAIRRO. Assim: Guará 1 Brasília-DF; Cruzeiro Novo, Brasília-DF; Jardim Botânico, Brasília-DF; Taguatinga, Brasília-DF; São Sebastião, Brasília-DF; Sobradinho, Brasília-DF; Planaltina, Brasília-DF; Sudoeste, Brasília-DF; Asa Sul, Brasília-DF, Lago Norte, Brasília-DF, Núcleo Bandeirante, Brasília-DF…

    Sempre utilizar, como mostrado acima, bairro e depois indicar a CIDADE (município Brasília) e a UF.

  3. Wanderley Codo disse:

    ‘Juntos buscar soluções ‘ deste. Jeito você vira ministro da educação

  4. MONICA HORTA AZEREDO disse:

    Parabéns! Pode ser um grande avança. E quanto à regularização dos condomínios? Essa mudança pode ser favorável?

  5. Washington disse:

    Cidade sem prefeito e câmara de vereadores não é cidade. É bairro.

Deixe uma resposta