Editorial: Aniversário do MCJB – 3 anos!

MCJB assina convênio para obtenção de crédito imobiliário e nova forma de aposentadoria
agosto 27, 2018
Reunião do CONSEG – JB
setembro 10, 2018

Editorial: Aniversário do MCJB – 3 anos!

Jardim Botânico e MCJB comemoram aniversário! Celebrar conquistas do passado sem perder foco no futuro! Mas por que devemos comemorar?

Em 01 de setembro de 2015, um pequeno grupo de 17 síndicos e outro punhado de pessoas, convictas de que somente a união e a organização comunitária resolveriam os problemas do bairro, se juntaram e criaram o que hoje é a maior organização comunitária e social do DF e uma das maiores do Brasil: o Movimento Comunitário do Jardim Botânico. Atualmente o grupo de síndicos aumentou para 51, gerando uma representatividade de mais de 55 mil pessoas, com centenas de projetos e ações comunitárias realizadas e outras centenas em andamento.  

São quase 300 colaboradores e voluntários envolvidos com uma estrutura cada vez mais poderosa de empreendedorismo comunitário, sem dinheiro público e, principalmente, sem politicagem. Esses são os motivos para o MCJB comemorar! Infelizmente a lei eleitoral impede a realização de uma grande festa para celebrar as conquistas comunitárias, mas o registro da alegria está aqui, neste editorial, que visa unir ainda mais todos para a celebração de novas e maiores conquistas no futuro.

A proposta do MCJB é simples: unir para crescer. Avanços em todas as áreas foram obtidos, destacando-se na área ambiental a implementação da coleta seletiva de lixo inclusiva nos condomínios, gerando renda digna para mais de 30 famílias de catadores que antes viviam com renda abaixo da linha de pobreza. Projetos comunitários exemplares foram executados, como o SMAPI-JB (botão de pânico) para os condomínios; o projeto “Comunidade Vigilante”, que desenvolveu parcerias com a Polícia Militar, reformando o posto policial e viaturas. Destacam-se também as ações institucionais que conseguiram implementar as linhas de ônibus exclusivas para o bairro;  a reconquista da Administração Regional do Jardim Botânico, não mais subordinada ao Lago Sul; os avanços na regularização dos condomínios, tanto em área pública quanto particular; a construção do parque vivencial, a iluminação de LED na Estrada do Sol; as definições geográficas do bairro propostas pela nova poligonal, que transformará o Jardim Botânico na quinta maior Região Administrativa (RA) do DF. Não se pode esquecer da promoção de eventos comunitários, como os esportivos, as feiras, o projeto JB Solidário, que arrecadou toneladas de alimentos e brinquedos distribuídos para as comunidades carentes de São Sebastião e Paranoá, a criação e manutenção do Portal do MCJB, o maior portal de notícias da região, o projeto de Compras Coletivas dos condomínios, a inclusão digital, dentre muitas outras vitórias.

Porém, uma das maiores conquistas obtidas pelo MCJB foi a mudança da imagem do bairro antes esquecidos, tratados como grileiros ricos, hoje as instituições governamentais ou privadas descobriram quem de fato é a comunidade do JB e passaram a respeitá-la. Essa mudança se deve a uma intensa campanha de esclarecimento junto ao poder público, principalmente no que tange à dominialidade de terras. Segundo a Secretaria de Habitação do DF, quase 80% das edificações do bairro se encontram em áreas particulares já regularizadas ou em fase de regularização, 8% estão em área considerada mista e apenas 12% em área considerada pública, uma das RA’s com menor percentual de habitações erigidas em área pública. Além disso, há muitas glebas que se encontram regularizadas ou em processo final de regularização. Vale lembrar também, que outros projetos habitacionais, como o Jardim Botânico 3 e Jardins Mangueiral, são empreendimentos planejados pelo poder público e já nasceram regularizados. Vários condomínios também já obtiveram regularização completa, como o Ouro Vermelho 2, AMOBB e Jardins do Lago. Ainda outros,  considerados em área pública, aderiram aos programas de regularização dos governos e encaminharam suas regularizações, como o Estância Jardim Botânico, San Diego e agora, recentemente, Ville de Montagne, Solar de Brasília e demais condomínios da Etapa 2 do bairro. Outro grande avanço foi o acordo entre o GDF e o maior condomínio horizontal do bairro, o Estância Quintas da Alvorada, outrora considerado como condomínio das derrubadas, hoje tem sua regularização encaminhada e constitui a maior prova de que a união comunitária gera resultados efetivos. Todas esses triunfos são motivo para comemoração!

“O Jardim Botânico é uma das RA’s com menor percentual de habitações erigidas em área pública”.

Quase 80% dos edificações na RA do Jardim Botânico estão em área particular

Dados Secretaria de Habitação do DF – SEGETH

Entretanto, o MCJB não esquece que os problemas continuam e não deixará de buscar solução para eles. O Jardim Botânico continua sendo a única das 31 regiões administrativas sem nenhum equipamento público, mesmo sendo uma das principais geradoras de impostos do DF. Na intenção de aproveitar as eleições para mudar essa realidade com o voto, em breve será lançada plataforma do projeto Comunidade Consciente, que abrirá espaço para todos os candidatos das eleições do DF a registrarem suas propostas para o bairro, ajudando os moradores a escolher conscientemente em quem votar, através da visibilidade daqueles candidatos que se comprometerem diretamente com a comunidade.

Movimento Comunitário do Jardim Botânico não esquece, entretanto, que faz aniversário junto com o bairro para o qual trabalha e destina seus melhores esforços. O Jardim Botânico, como região administrativa, comemora 14 anos de existência! Instituição e bairro nasceram em 01 de setembro.

Parabéns comunidade do Jardim Botânico! Parabéns Movimento Comunitário do Jardim Botânico! O foco agora é o futuro do bairro! Com a comunidade mais unida, mais organizada e, principalmente, mais determinada em resolver seus problemas, nós, como Movimento Comunitário, vamos buscar parcerias, tanto com o poder público quanto o privado, para transformar nosso bairro na melhor região administrativa do DF para se viver. Continuemos juntos na busca por mais conquistas comunitárias, mais qualidade de vida e mais união.

Rose Marques
Presidente do Movimento Comunitário do Jardim Botânico

1 Comentário

  1. Luiz Franck disse:

    Parabéns à vocês todos, responsáveis pela criação e sucesso do Movimento Comunitario.

    Muito bom podermos contar com gente séria e preocupada com nossa comunidade.

    – Obrigado MCJB !

Deixe uma resposta