Único Posto Policial do Jardim Botânico vai fechar

Da Redação do MCJB – 30/03/2016
Movimento Comunitário do Jardim Botânico

O Comando do 21º Batalhão da Polícia Militar de São Sebastião, responsável pelo Jardim Botânico, anuncia que o único Posto Policial vai fechar e, no lugar dele, haverá um posto móvel.

A decisão foi anunciada na última reunião do CONSEG, 29 de março, e deixou a comunidade do Jardim Botânico preocupada e surpresa. Preocupada, porque o posto é o único do bairro, cuja população está estimada em cerca de 100 mil moradores. Surpresa, porque as reuniões do CONSEG são destinadas a acolher as demandas de segurança pública e solucioná-las; e, contrariamente à sua finalidade, o que se viu foi um aumento nos problemas.


O Tenente Coronel Mota, que deixou o comando do 21º Batalhão da PM na data da reunião, afirmou que o posto será substituído por um posto móvel. Reafirmou que o atual comando da PM considera a política de posto de segurança comunitária um erro de gestão de antigo governo, mantendo policiais fora das ruas para proteger um prédio, ao invés da população. Por esse motivo, todos os postos serão desativados. A comunidade do Jardim Botânico discorda. Policiais no posto aumentam a sensação de segurança da população. Essa é a opinião de moradores contatados pelo blog: “Eles (os policiais) estão perto de nós. E também perto dos bandidos!”, afirmaram.  Os moradores ouvidos também discordam da conclusão de que os postos  foram um erro.


Segundo o comandante, o batalhão já conta com dois postos móveis à disposição e aguarda determinação do comando central para fazer a alteração.

Comunidade pediu Batalhão ou destacamento


Paralelamente a má notícia sobre a retirada do posto, o Comandante Mota reconheceu a diminuição das rondas, objeto de reclamação da comunidade. Segundo ele, houve perda de veículos devido a acidentes e o término de um contrato de manutenção. A aparente contradição entre a diminuição de rondas e instalação de unidade móvel não foi explicada.


Sobre a possibilidade de instalação do sistema SMAPI – Serviço de Monitoramento e Acionamento Policial Imediato, para solicitações emergenciais do comércio, o Comandante afirmou que o programa só pode ser implantado através de um processo administrativo, que inclui audiência pública com a comunidade, principalmente comerciantes, e estudo de viabilidade. A comunidade solicitou prioridade para essa audiência. O Movimento se disponibilizou para  organizar o evento, juntamente com os comerciantes da região, e auxiliar no estudo de viabilidade. 
Movimento Comunitário do Jardim Botânico
Reunião do CONSEG do Jardim Botânico realizado no dia 29/03/2016, na Feira do Produtor
Quanto ao batalhão ou destacamento exclusivo para o Jardim Botânico, o coronel explicou que as estatísticas para a região da Secretaria de Segurança não permitem esse investimento. Ele concorda que há erro nas estatísticas e promete ajudar a corrigir os dados. A comunidade, porém, não se intimidou e reafirmou a disposição de obter um destacamento próprio para o bairro.

O comandante explicou sobre o tipo de policial do Jardim Botânico, que não é igual ao de São Sebastião. Ao invés do tipo “caça bandido”, o bairro requer um policial do tipo guarda comunitário ou “guarda belo” como ele descreveu. Por esse motivo, segundo ele, o policiamento do Jardim Botânico deveria se vincular ao Lago Sul e não à São Sebastião.

______________________________

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: