Paradas de ônibus da Estrada de Sol são revitalizadas pelos condomínios

Síndicos se unem e revitalizam as paradas de ônibus abandonadas da Estrada do Sol. Todas foram pintadas com temas ligados à sustentabilidade.

A proposta é unir para fazer e não apenas reclamar, implantar do lado de fora dos muros e guaritas a qualidade de vida que os moradores de condomínios tem dentro de seus muros. Foi com essa intenção que um grupo de síndicos da Estrada do Sol, associados do Movimento Comunitário do Jardim Botânico, juntou fundos e revitalizou por conta própria algumas das paradas de ônibus da Estrada do Sol, uma das mais importantes vias do Jardim Botânico. As paradas estavam completamente abandonadas e algumas tinham o acesso impedido por cerca de arame farpado.

O trabalho, além de deixar o bairro mais bonito, também tem como objetivo promover ações comunitárias e de sustentabilidade, dentro da proposta do projeto JB Sustentável, do Movimento (clique aqui e saiba mais) e na onda da 2ª Feira Ambiental do Jardim Botânico, que ocorreu nos dias 2 e 3 de setembro, no Jardim Botânico de Brasília (saiba mais aqui) e da 1ª Mostra de Sustentabilidade do Jardins Mangueiral, que ocorrerá no próximo sábado dia 07/10 (saiba mais aqui). O projeto auxilia uma entidade social de São Sebastião, o Instituto Nivaldo Nunes, que cuida das crianças carentes da Vila do Boa. Os artistas contratados são colaboradores do Instituto.

Os usuários das paradas elogiaram a ação de revitalização. Desde que o Jardim Botânico passou a ter sua linha de ônibus exclusiva, no início de 2016, as paradas de ônibus da Estrada do Sol começaram a ser usadas com mais frequência.

Um comentário em “Paradas de ônibus da Estrada de Sol são revitalizadas pelos condomínios

  • 05/10/2017 em 11:17
    Permalink

    Talvez fosse interessante o GDF arrumar o acesso às paradas principalmente as que ficam no final da Estrada do Sol, próximas ao CIEIC. O acesso é péssimo, não tem calçamento, quando chove é pura lama.
    Não tem acessibilidade nenhuma para cadeirantes.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: