Nova gestão do Mangueiral foca na sustentabilidade

Em seu primeiro evento como as novas gestoras da AAJM, Conselheiras de Sustentabilidade do Jardins Mangueiral avaliam positivamente 1ª Mostra do Mangueiral e traçam planos para 2018.

No sábado (7) ocorreu a 1ª Mostra de Sustentabilidade do Jardins Mangueiral, organizada pelas novas gestoras da Associação de Amigos do Jardins Mangueiral (AAJM), Eleandra Martins (Presidente) e Rosineide Muniz (Vice-presidente). Foram realizadas oficinas, palestras, exposições, dentre muitas outras atrações. Os principais destaques ficaram com as apresentações de ballet, o teatro infantil e as palestras sobre alimentação saudável, além do importante esclarecimento sobre o IPTU Verde, a lei No 5965, de 16/08/2017,  que vai dar um novo alento à Sustentabilidade em todo o DF. Na Mostra também foram arrecadados brinquedos doados, distribuídos para crianças carentes de São Sebastião, no dia das crianças.

As food bikes garantiram alimentação de qualidade para todos, oferecendo os mais variados tipos de comida. Outro importante momento foi a inauguração da horta comunitário do bairro, onde os moradores poderão colher verduras frescas e sem agrotóxico.

Eleandra relatou ao Portal do MCJB que, apesar das dificuldades encontradas para a realização de eventos desse tipo, avaliou como bastante positiva a participação dos moradores e espera realizar outros eventos para promover a sustentabilidade em 2018, “nosso principal objetivo foi ampliar o leque de informações sobre o que é sustentabilidade, a importância de se falar sobre o tema e colocar em prática as ações que irão beneficiar toda a comunidade”, declarou, “sustentabilidade não é apenas cuidar de uma lixeira ou de uma planta, é uma forma de convivência saudável com as pessoas e o ambiente, é um caminho de carinho com o próximo e a natureza”, concluiu.

Já Rose Muniz confirmou a intenção de aproveitar os últimos meses deste ano para implementar a participação dos moradores na Horta Comunitária e eventos do bairro. Para o ano de 2018 , além da 2a Mostra de Sustentabilidade, pretende dar continuidade aos trabalhos de implantação de equipamentos públicos que o bairro necessita. “Ano que vem vamos focar nossa atenção na resposta dos órgãos públicos que nos prometeram um bairro completo, e continuar avaliando o que bairro precisa, principalmente na questão de saúde, educação e segurança, mas com uma marca de responsabilidade que transforme cada avanço num passo sustentável.”, declarou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: