Igreja do Jardim Botânico assaltada!

Da Redação do MCJB – 26/07/2016
Para quem achou que a onda de assaltos havia parado, errou! Nada mais, nada menos que a Paróquia matriz do Jardim Botânico sofre assalto à mão armada na tarde de hoje. Bandido pulou muro e roubou dinheiro e celulares.

 

O assaltante chegou informando que era um pintor, mas já foi sacando a arma, xingando a secretária várias vezes e exigindo dinheiro. A moça foi obrigada a abrir todos os armários, mas o bandido, quando percebeu que não havia o que roubar, pegou o celular da funcionária e da paróquia, aproximadamente R$500,00 e fugiu calmamente por dentro da paróquia. Antes, porém, trancou a secretária no banheiro e a ameaçou,  caso chamasse a polícia.

 

O padre,  ao perceber algo estranho, imediatamente chamou a polícia que chegou minutos depois, retirou as imagens das câmeras de vídeo e saiu à caça do bandido. Mas até o fechamento dessa edição não tinham conseguido prendê-lo.

 

Violência no Jardim Botânico precisa parar

 

Foto: Movimento Comunitário do Jardim Botânico - MCJBA violência no Jardim Botânico deu um pique nas últimas duas semanas. Desde que o único posto policial do bairro fechou,  os assaltantes se tornaram mais ousados. Com a arma na mão, assaltaram três farmácias, em dias seguidos, e fecharam a semana com um arrastão no comércio da Estrada do Sol. (relembre aqui).

 

Mas não parou por aí. Durante o final de semana,  outros assaltos foram registrados pela 30ª DP e,  hoje, nem a Igreja foi poupada.

 

A secretária de Segurança Pública, Márcia Alencar, recebeu representantes do Jardim Botânico na semana passada e prometeu nova reunião para amanhã (26), quando vai apresentar uma solução imediata para estancar essa onda de violência. A polícia militar, também, através de seu comando, prometeu um plano de segurança para o bairro, que será apresentado à comunidade em 20 dias.

 

Comunidade assustada

 

Medo, preocupação e indignação. É o que tem chegado ao Movimento pelas redes sociais. A população do bairro quer mais segurança e se dispõe a cobrar do poder público ações mais efetivas de segurança. “Não podemos ficar esperando alguém ser assassinado para que algo seja feito. Precisamos de um destacamento de polícia urgente, não podemos depender de policiais de outras regiões (…) enquanto não tivermos um contingente próprio, exclusivo para o bairro, ficaremos à mercê de assaltantes”, desabafou morador que não quis se identificar.

 

Reunião do CONSEG do Jardim Botânico

 

O Conselho de Segurança do Jardim Botânico faz uma convocação extraordinária para a reunião nesta quinta-feira (28), às 19h00, no auditório da Paróquia Santa Clara e São Francisco.

 

A reunião contará com a presença da subsecretária de Segurança Pública e os demais representantes da área. O presidente do CONSEG-JB, Flávio Santos, tem a expectativa de que, todos juntos, possamos sensibilizar os órgãos do GDF a criar aparato de segurança no Jardim Botânico, sendo o mais indicado um destacamento de polícia exclusivo. “Do jeito que está, não pode ficar.”, afirmou.

 

O Jardim Botânico tem 70 mil habitantes e nenhum equipamento público, incluindo os da área de segurança pública. Bairros com a metade de habitantes tem até batalhão.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: